Bolsista publica artigo em revista internacional

Bolsista publica artigo em revista internacional

Após realizar a pesquisa de pós-doutorado com bolsa da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) na Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, em Portugal, Almira Alves, teve um artigo resultante de seus estudos publicado na Revista Lusófona de Educação. “A publicação internacional em uma revista com Qualis A1 significa o reconhecimento da qualidade do artigo por meus pares. Reconhecimento este que se transforma numa maior divulgação do conteúdo produzido entre os pesquisadores da área, do meu ambiente de trabalho e da instituição de ensino superior (IES) da qual faço parte”, orgulha-se Almira.

O artigo “Educação em saúde: um mapeamento dos estudos produzidos no Brasil e em Portugal (2000-2013)” foi resultado da pesquisa com o mesmo título realizada no pós-doutorado, no período de março de 2014 a fevereiro de 2015. Em sua pesquisa, Almira fez um levantamento de estudos científicos publicados em revistas de referência em Portugal e no Brasil sobre Programas de Educação para a Saúde no período 2000 -2013 e quais os temas ou domínios abordados nas pesquisas selecionadas. “Dentro desse contexto, a pesquisa pôde ressaltar a baixa quantidade de programas e projetos elencados no levantamento, pois ainda não atendem à demanda das principais causas de mortalidade nem morbidade, ficando por saber se existe a falta de programas ou se é baixa a produção científica que relate ou mesmo avalie esses programas, dificultando a socialização do conhecimento”, explica.

Experiência
Almira conta que a experiência do pós-doutorado fortaleceu sua identidade como educadora e pesquisadora e contribuiu para a tomada de decisões mais assertivas e potencialmente indutoras de sucesso. “Ter tido a possibilidade de me dedicar integralmente aos estudos e à pesquisa por um ano foi uma das experiências mais gratificantes, pois o foco fica mais direcionado e as ações mais precisas e enriquecedoras. Durante esse período pude conhecer diversas IES na Europa e perceber as diferentes formas de fazer ensino superior em suas várias atuações, inclusive a pesquisa. Envio meus agradecimentos, em especial, ao prof. Antonio Duarte Teodoro, meu orientador, e à profa. Sandra Queiroz, co-orientadora. Foi uma experiência singular”, resume.

Para o futuro, a pesquisadora pretende intensificar as pesquisas na área do ensino na saúde e dedicar-se ao mestrado em Ensino na Saúde e Tecnologia oferecido pela Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (UNCISAL), IES à qual Almira é vinculada e cuja coordenação compete a ela. “Desejo produzir mais e melhor, além de juntar esforços para a estruturação de mais um mestrado na área de ensino.”

UNCISAL
Além da publicação do artigo em uma revista de alta relevância, o pós-doutorado de Almira rendeu outros frutos. A pesquisadora e docente da UNCISAL, e agora coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Ensino na Saúde e Tecnologia da instituição, diz que a experiência no pós-doutorado foi fundamental para que a universidade tivesse aprovada sua primeira pós-graduação stricto sensu. “Desde 2005, quando ingressei na Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (UNCISAL), apliquei meus conhecimentos e esforços em prol do fortalecimento da educação em saúde, estruturando o curso de especialização na área e a oferta da disciplina tanto obrigatória como eletiva. Depois disso, a UNCISAL já havia apresentado quatro APCNs e não havia aprovado nenhum. Quando da solicitação da bolsa à CAPES, minha proposta contemplava, então, a estruturação de um mestrado na instituição. Minha experiência no pós-doutorado, por meio da participação em bancas de defesa de doutorado, de mesas de discussão, grupos de pesquisa, congressos, seminários, conferências, comissão organizadora de encontro científico e visitas técnicas a centros de pesquisa, além do dia-a-dia na universidade e a exposição a uma cultura diferente, foram determinantes para uma visão mais ampla e assertiva e serviram como combustível para impulsionar a minha determinação em congregar todos os elementos necessários para estruturar e apresentar à CAPES um APCN de qualidade, alcançando assim a meta, com êxito na aprovação do curso”, conta.

A aprovação do mestrado profissional em Ensino na Saúde e Tecnologia da UNCISAL foi publicada em 5 de janeiro deste ano, após a 169ª Reunião do Conselho Técnico-Científico da Educação Superior (CTC-ES).


Fonte: http://www.capes.gov.br/component/content/article/36-salaimprensa/noticias/8317-bolsista-publica-artigo-em-revista-internacional-e-estrutura-primeiro-mestrado-de-instituicao

CONFIRAM OUTRAS NOTÍCIAS

RBEC - Revista Brasileira de Educação Comparada

RBEC Revista Brasileira de Educação Comparada O periódico tem como missão difundir a produção qualificada de estudos e pesquisas científicas, de carát...



> LEIA MAIS

Programa de Mobilidade Internacional seleciona para mais de 50 universidades até 3 de abril

A Assessoria para Assuntos Internacionais (AAI/UFPB) informa que estão abertas, até 3 de abril, as inscrições do Programa de Mobilidade Internacion...



> LEIA MAIS

2º CONGRESSO IBERO-AMERICANO DE EDUCAÇÃO COMPARADA
7º ENCONTRO INTERNACIONAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO COMPARADA

ISBN: 978-85-7713-206-5 (EISBEC)
ISBN: 978-85-7713-207-2 (CIEC)



Todos os Direitos Reservados 2016
Desenvolvido por Visual Slim